Navegue para frente para acessar os resultados sugeridos

    Por que um anfitrião no Texas abriu as portas de sua casa para uma família de refugiados

    Saiba mais sobre um anfitrião do Open Homes que recebeu uma família durante uma grande transição.
    Por Airbnb em 15 de jun. de 2018
    Leitura de 2 minutos
    Atualizado em 7 de dez. de 2020

    Destaques

    • O programa Open Homes do Airbnb faz parceria com agências de assistência a refugiados para ajudar pessoas a recomeçar suas vidas em novas comunidades

    • Em Dallas, a anfitriã Linda ofereceu sua acomodação para Mohammad e a família, e acabou criando uma amizade duradoura com eles

    O Open Homes agora é o Airbnb.org

    O programa Open Homes do Airbnb se tornou o Airbnb.org, uma nova organização sem fins lucrativos classificada como 501(c)(3). Agradecemos a você por criar a comunidade do Open Homes conosco. Queremos muito que você faça parte desse novo capítulo.

    Os anfitriões do Airbnb oferecem suas acomodações e compartilham suas vidas com viajantes de todo o mundo, e muitos foram além do dever de um anfitrião. Inspirado na receptividade e generosidade da nossa comunidade, o Airbnb fez uma parceria com várias agências de assistência a refugiados para ajudar refugiados desabrigados a encontrar um lugar para ficar.

    Nossos anfitriões ajudam a criar um mundo onde todos se sintam em casa, onde quer que estejam. Linda, uma Superhost de Dallas, leva isso muito a sério. Quando a família dela recebeu uma ligação sobre hospedar uma família de refugiados por duas semanas, ela aceitou sem hesitar. "Senti que essa era uma forma de resistência", conta ela.

    Quando Mohammed chegou com a esposa e o filho, as duas famílias criaram um vínculo imediato. Mohammed trabalhou como administrador de redes e tradutor em uma base do exército dos EUA durante a Guerra do Iraque. Como seu trabalho ajudava os EUA, sua vida estava em perigo.

    O que começou como um relacionamento de anfitrião e hóspede deu origem a uma amizade para a vida toda, marcando profundamente as visões de mundo de ambas as famílias.

    Quando a estadia de duas semanas acabou, Linda e a família continuaram a ajudá-los a encontrar e mobiliar um apartamento. Decidiram hospedar a família por mais um mês gratuitamente enquanto procuravam um espaço adequado. Naquele mês, o marido de Linda os ajudou a negociar um preço de locação mais baixo, e com a ajuda de doações da comunidade judaica do Templo dela, eles conseguiram mobiliar totalmente o novo apartamento.

    Mesmo após a família se instalar na acomodação, a generosidade não parou por aí. Com a ajuda de muitos amigos, eles arrecadaram dinheiro para comprar um carro para a família. A generosidade da comunidade do Templo de Linda também levou o filho de Mohammed a ser convidado a cursar a pré-escola. Organizaram um brunch para que Mohammed, a família e as pessoas que os ajudaram a se estabelecer pudessem se reunir.

    Mohammed descreve Linda como uma mãe e diz que desde que se mudaram para seu próprio apartamento, ainda encontram-se regularmente com Linda e a família. Eles deixaram de ser desconhecidos e se tornaram uma família.

    Começar uma nova vida é assustador. Mohammed conta que nunca esperou ser acolhido por essa pequena comunidade e respeitado por pessoas de diferentes origens. Conhecer Linda e a família dela através do Airbnb realmente fez com que eles sentissem como se pertencessem ao lugar.

    Faça parte de uma comunidade cada vez maior que possibilita que você compartilhe seu espaço durante momentos de necessidade.

    As informações presentes neste artigo podem ter mudado desde a publicação.

    Destaques

    • O programa Open Homes do Airbnb faz parceria com agências de assistência a refugiados para ajudar pessoas a recomeçar suas vidas em novas comunidades

    • Em Dallas, a anfitriã Linda ofereceu sua acomodação para Mohammad e a família, e acabou criando uma amizade duradoura com eles

    Airbnb
    15 de jun. de 2018
    Essa informação foi útil?