#weaccept

February 5, 2017

Nós acreditamos em uma ideia simples: que independentemente de quem você é, de onde vem, de quem ama ou para quem reza, você tem o direito de ser aceito e de pertencer. Nós sabemos que essa é uma noção idealista que enfrenta obstáculos enormes por causa de algo que também parece simples, mas não é — que nem todo mundo é aceito.

Pessoas que foram desalojadas, seja por guerras, conflitos ou outros fatores, são muito vulneráveis a não serem aceitas. Essas pessoas, mais do que ninguém, precisam de um lugar para chamar de casa, e foram elas que nos inspiraram a agir.

Nós começamos fornecendo alojamento para vítimas de desastres, e desde então já oferecemos casa para vítimas de 54 desastres globais. Firmamos parcerias com organizações dedicadas a oferecer assistência a refugiados em todo o mundo. Além disso, semana passada anunciamos que a comunidade do Airbnb fornecerá moradia gratuita para refugiados e todos aqueles que foram impedidos de entrar nos Estados Unidos. A nossa comunidade demonstrou muito interesse assim que fizemos este anúncio, o que nos inspirou a pensar ainda maior..

Hoje estamos estabelecendo o objetivo de fornecer moradia de curta duração ao longo dos próximos 5 anos para 100.000 pessoas necessitadas. Começaremos com refugiados, sobreviventes de desastres e trabalhadores de assistência humanitária, embora tenhamos o desejo de acomodar muitos outros tipos de pessoas desalojadas com o tempo. Para ajudar as pessoas em todo mundo que estão tendo que deixar suas casas, trabalharemos com nossa comunidade de anfitriões para não apenas encontrar um lugar para elas ficarem, mas para encontrar um lugar onde elas possam se sentir acolhidas, respeitadas e parte de uma comunidade novamente. Além disso, o Airbnb doará $4 milhões de dólares ao longo dos próximos 4 anos para o International Rescue Committee (Comitê Internacional de Resgate) para apoiar as necessidades mais urgentes de populações desalojadas ao redor do mundo.

Não é possível falar sobre a falta de aceitação no mundo sem mencionar os desafios que enfretamos em nossa própria comunidade no Airbnb. A verdade dolorosa é que hóspedes no Airbnb têm enfrentado discriminação, algo que está em oposição direta aos nossos valores. Sabemos que temos muito trabalho pela frente e estamos empenhados em conseguir uma aceitação maior em nossa comunidade.

Esses esforços são apenas o começo, e esperamos que você considere se juntar a nós compartilhando sua casa com alguém que esteja desalojado ou doando para organizações que oferecem assistência a pessoas necessitadas. É possível que uma criança de hoje crescerá em um mundo diferente onde elas são aceitas pelo que são, onde quer que estejam. Porque nós realmente acreditamos que o mundo fica melhor e mais bonito quando nos abrimos para aceitar cada vez mais uns aos outros.

- Os fundadores do Airbnb

Brian Nate Joe