40 graus à sombra!Naturtejo: geoparque da Unesco!
Casa do Vale d'Urso!Proença-a-Nova!
8 hóspedes
4 quartos
6 camas
2 banheiros e meio
8 hóspedes
4 quartos
6 camas
2 banheiros e meio
Por favor, defina o número de adultos.
Adultos
1
Por favor, defina o número de crianças.
Crianças
Idade 2 - 12
0
Por favor, defina o número de bebês.
Bebês
Menor de 2
0
Máximo de 8 hóspedes. Bebês não devem ser incluídos no número total de hóspedes.
Você ainda não será cobrado

The house is very cozy and is one of the most beautiful villages of the Municipality of Proenca-a-Nova, Portugal. It has 4 bedrooms and 2 bathrooms. Sleeps 8 comfortably. It has a small swimming pool, fireplace and hydro massage cabin.
Cold in the winter, perfect in the summer!

O espaço

A alma da casa do Vale d'Urso. Uma história de amor!

A casa do Vale D'Urso tem história. E que história...
Ela foi construída, no final dos anos 40, pelo pedreiro João Martins Pedro, no auge da juventude. O pai, os irmãos e alguns amigos ajudaram. Durante a semana ele trabalhava na sua arte, aos sábados e domingos na sua casa. A mãe dele fazia a comida para os amigos que o apoiavam semana após semana. Foi uma obra ousada para a época. João foi também o arquiteto e caprichou no desenho. A casa dos seus sonhos tinha que ter adega, loja para guardar a comida e os animais no inverno, uma sala com lareira, e, pelo menos, cinco quartos. Planeava uma grande família. Ele estava apaixonado e queria casar. Não pensava em outra coisa desde o dia em que conheceu a Prudência Sequeira. Uma jovem muito bonita e cobiçada. Tinha a pela branquinha, os lábios rosados e o olhar altivo. O sorriso era tímido, mas a cabeça estava sempre erguida. O pai dela era rico para os padrões da época. Dono de terras, vivia da agricultura, na aldeia da Sarzedinha. Plantava e criava tudo o que precisava. João era de família pobre. Quebrava pedras para sobreviver e com elas aprendeu a arte da construção. Tornou-se mestre de obras, um construtor civil de "mão cheia". Viram-se pela primeira vez numa feira em Proença a nova. Foi um momento mágico que jamais esqueceram e gostavam de lembrar. Passaram a vida tentando explicar aos filhos o que sentiram naquele momento em que o mundo inteiro parou. Como no fado de Ana Moura: “tudo era para ser eterno!”
Quanto mais pensava na Prudência, mas João encontrava energia para carregar pedras e pedras de xisto, fartas na região. Quando a casa ficou pronta, três anos depois, marcaram a data do casamento e viveram felizes para sempre: aqui, em Angola e no Brasil. Sim, como muitos portugueses, João e Prudência, também foram obrigados a emigrar. Não havia emprego, não havia dinheiro, não havia liberdade. Portugal vivia sob a ditadura de Salazar. O analfabetismo era grande e a fome também. Eram tempos difíceis. A segunda guerra havia recém acabado. A Europa estava arrasada.

Mas a casa do Vale D'Urso não ficou para trás... Nunca foi abandonada. As pedras, perfeitamente encaixadas, continuam no mesmo lugar.
O casal teve cinco filhos pelo caminho. Dois em Portugal, um em Angola e dois no Brasil. Regressaram várias vezes à aldeia para cultivar as raízes de um amor que se manteve inabalável, como a casa, que agora está de portas abertas para que novas histórias aconteçam aqui e para que a história de João e Prudência jamais seja esquecida...

Acesso dos hóspedes

A casa toda, com terraço e piscina privativos.

Interação com os hóspedes

Quando solicitada.

Outras observações

Terra do fim do mundo”!
Lugar ideal para não fazer “nada” e deixar “tudo” nas mãos da natureza!
“Minha alma é como um pastor, conhece o vento e o sol e anda pela mão das estações. A seguir e a olhar, toda a paz da natureza, sem gente, vem sentar-se a meu lado.”
É assim que me sinto aqui, uma guardadora de rebanhos, sem rebanho. Ao reler, depois de muitos anos, os versos de Alberto Caeiro, tive a impressão de que eles foram inspirados nas aldeias de Proença à nova. É como se o mestre de Fernando Pessoa tivesse vivido aqui. O encantamento que estas paisagens provocam fazem a alma (URL HIDDEN) os olhos do poeta também me sinto maior desde que cheguei ao Vale d’Urso:
“Da minha Aldeia vejo quanto da terra se pode ver no Universo... Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer. Porque sou do tamanho do que vejo, e não do tamanho da minha altura".
Localizada bem no centro do país, a região é ideal para quem gosta de turismo ecológico. Tem muitos rios, montanhas, trilhas e até uma escola de paraquedismo. Estradas antigas levam a lugares incríveis, que podem ser explorados a pé ou de bicicleta. À beira do caminho, casas de pedras, oliveiras centenárias e gente que nasceu, cresceu e nunca saiu daqui..
Geoparque da Unesco!
Proença a Nova faz parte do Naturtejo da Meseta meridional, um dos 94 geoparques espalhados pelo mundo e reconhecidos pela Unesco como patrimônios geológicos de grande relevância científica para o estudo da história da terra. Outros 5 municípios também estão dentro do parque, que engloba uma área de 5 mil km2. Durante mais de 10 anos, geólogos, biólogos, arqueólogos e vários outros estudiosos percorreram a região, recolheram material, analisaram cada detalhe da paisagem e descobriram vestígios de vida com mais de 500 milhões de anos. O único geoparque de Portugal abriga 16 monumentos naturais impressionantes, mas ainda pouco conhecidos do grande público. Uma realidade que vem mudando com o crescimento do turismo rural. Cada vez mais amantes da natureza se sentem desafiados a explorar e a desvendar os mistérios destas terras milenares. Dois desses monumentos ficam em Proença a Nova: o Mirante das Corgas e as Portas de Almourão.

Número de licença ou registro

33920/AL
Saiba mais sobre este número

Comodidades
Cozinha
TV
Básico
Máquina de Lavar

Preços
Hóspedes adicionais R$38 / noite após 6 hóspedes
Preço de Fim de Semana R$346 / noite
Sempre se comunique através do Airbnb
Para proteger seu pagamento, nunca transfira dinheiro ou se comunique fora do site ou aplicativo do Airbnb.
Saiba mais

Regras da Casa
Não são permitidas festas ou eventos
Não é seguro ou adequado para bebês (menores de 2 anos)
O check-in é a qualquer momento depois das 14:00
Checkout às 12:00

Os hóspedes devem se comportar como se estivessem na própria casa, cuidando de tudo como se fosse dono! Muito à vontade.


Cancelamentos

Disponibilidade
Às sextas e sábados a estadia mínima é de 2 noites.

9 Comentários

Precisão
Comunicação
Limpeza
Localização
Check-In
Valor
Perfil do usuário de Carlos
Julho de 2017
Boa experiência numa das zonas mais bonitas do país. Uma casa com história de vida e todos os detalhes necessários. Ambiente de aldeia no melhor. Valeu a pena. A proprietária esteve sempre em contacto e foi muito simpática.

Perfil do usuário de Glória
Maio de 2017
A Fernanda foi super simpática e atenciosa. Passamos uma ótima estadia em sua casa. Obrigada por tudo.
Perfil do usuário de Fernanda
Resposta de Fernanda:
Eu é que agradeço. Muito obrigada. Foi um prazer recebê-los! Voltem!
Maio de 2017

Perfil do usuário de Diana
Outubro de 2016
A Fernanda foi muito simpática e prestável, à chegada recebeu-nos com bons produtos locais. Encontramos a casa tal e qual como descrita no anúncio, uma casa acolhedora, num sítio tranquilo e com diferentes espaços para se estar. Foi um óptimo local para estarmos em família incluindo os 4 patas.

Perfil do usuário de Marina
Julho de 2016
Não podíamos ter escolhido melhor opção para as nossas férias em família. A casa é exactamente como nas fotos, muito espaçosa e acolhedora. A localização é calma e perfeita para descansar. A Fernanda facilitou a nossa chegada e a comunicação foi perfeita, até nos deixou alguns mimos na chegada. Muito obrigada por tudo, voltaremos no futuro.

Perfil do usuário de Pedro Marchante
Janeiro de 2016
Fomos muito bem recebidos pela Fernanda. A casa estava de acordo com as expectativas que tinhamos aquando da marcação. Colocou-nos à vontade e sempre disponível para qualquer questão que surgisse. Deixou-nos uns presentes de boas vindas que foram bem apreciados por nós.

Perfil do usuário de Nadine
Agosto de 2017
Ôte très gentille, maison atypique, village tranquille.

Perfil do usuário de Fatima
Maio de 2017
Fernanda fue muy simpática con nosotros, la casa es antigua pero muy acogedora y tenia muchos detalles de jarrones con flores y frutas. Solo pasamos una noche pero debe ser ideal su estancia en verano.

Esse anfitrião tem 1 comentário de outras propriedades.

Ver outros comentários
Castelo Branco, PortugalCadastrou-se em Agosto 2015
Perfil do usuário de Fernanda
Idiomas: English, Português
Taxa de resposta: 100%
Tempo de resposta: em até uma hora

O bairro

Anúncios parecidos