Pular para o conteúdo
    Navegue para frente para acessar os resultados sugeridos
    Tempo de espera mais longo do que o normal devido à COVID-19
    Se faltarem mais de 72 horas para o início de sua reserva, entre em contato conosco mais perto do horário de check-in. Se você quiser alterar ou cancelar uma reserva, pode fazer isso em sua página de Viagens ou no painel de hospedagem.

    Por que as experiências do Airbnb que reservei foram canceladas?

    Em 11 de março de 2020, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto da COVID-19 como uma pandemia global. Com base nas orientações dos governos e especialistas em saúde pública sobre o distanciamento social, as experiências do Airbnb foram suspensas em 18 de março de 2020 e a pausa continuará até pelo menos 3 de abril de 2020 para proteger a saúde e a segurança da nossa comunidade.

    Acreditamos que tomar essa medida em curto prazo é necessário para fazer a nossa parte a fim de desacelerar a disseminação do vírus e, em longo prazo, preservar as experiências como uma maneira confiável de se conectar com outras pessoas no mundo todo.

    O que acontece com as reservas

    Se você tiver uma reserva entre 18 de março e 3 de abril de 2020, ela será automaticamente cancelada. Você receberá ou recebeu um reembolso integral na forma de pagamento usada para reservar a experiência. Saiba mais sobre como funcionam os reembolsos.

    Reservar experiências após 3 de abril

    Após 3 de abril, você poderá reservar qualquer experiência. O Airbnb continuará monitorando a situação no mundo e informará nossa comunidade se a situação mudar.

    Políticas de cancelamento das experiências do Airbnb

    Assim que as experiências do Airbnb forem retomadas, a política de cancelamento das experiências será aplicada a todas as experiências. Os cancelamentos relacionados à COVID-19 estão cobertos por nossa Política de Causas de Força Maior. Confira nosso artigo sobre ascausas de força maior da COVID-19 para saber mais sobre a cobertura de circunstâncias relacionadas à COVID-19.