Navegue para frente para acessar os resultados sugeridos

    Dicas de primeiros socorros

    Acidentes acontecem, e queremos que todos estejam preparados. É por isso que fizemos parceria com a Cruz Vermelha Americana e com a Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (IFRC) para fornecer orientações gerais de segurança. Essas orientações foram desenvolvidas pela Central Global de Preparação para Desastres da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e se aplicam a 191 países. Embora elas sejam ótimas para começar, recomendamos que você se inscreva em um curso de primeiros socorros e RCP perto de você.

    Prepare ou compre um kit de primeiros socorros

    Anfitriões e hóspedes devem ter seus próprios kits de primeiros socorros. Garanta que os hóspedes saibam onde ele está, e os hóspedes devem perguntar, caso não saibam.

    Facilite o acesso a esses materiais

    Monte um kit de primeiros socorros aprovado pela Cruz Vermelha comprando os itens a seguir em uma farmácia ou clínica:

    • 2 pares de luvas sem látex
    • Ataduras adesivas sem látex em vários tamanhos
    • Almofadas de gaze estéreis em vários tamanhos
    • Um rolo de esparadrapo
    • Ataduras em rolo de vários tamanhos
    • Uma atadura elástica
    • 3 ou 4 ataduras triangulares
    • Uma tala radiolúcida maleável para imobilização (aprox. 91 cm)
    • Uma bisnaga de pomada antibiótica, creme ou gel para ferimentos
    • 4 sacos plásticos que possam ser lacrados
    • 5 pacotes de lenços antissépticos descartáveis
    • 2 pacotes de aspirina mastigável
    • Um cobertor espacial
    • Uma máscara de respiração para RCP (com uma válvula unidirecional)
    • Uma tesoura
    • Termômetro oral
    • Pinça

    Saber como usar esses itens é importante, mas lembrar de cada etapa de uma emergência pode ser difícil. Para ter ajuda, baixe o aplicativo de Primeiros Socorros oferecido pela Cruz Vermelha e pelo Crescente Vermelho em todos os países.

    Como reagir em uma emergência: verificar – telefonar – cuidar

    Mesmo que você tenha treinamento básico, não coloque a sua vida ou a de outra pessoa em risco — deixe que profissionais médicos cuidem da emergência. Mesmo assim, agir rapidamente usando o processo verificar – telefonar – cuidar pode salvar vidas:

    • Verificar: identifique se existe uma emergência. Verifique a pessoa e os arredores para ver se ela está correndo risco real ou está em sofrimento
    • Telefonar: se a emergência parecer crítica, não hesite em telefonar para o número de emergência indicado no seu país
    • Cuidar: fique com a pessoa, monitore seus sinais vitais e forneça informações à equipe médica

    Como prestar os primeiros socorros

    Os profissionais médicos de emergência podem levar algum tempo para chegar, especialmente se houver trânsito intenso ou se você estiver em um local remoto. Assumindo que você já determinou que a ajuda é necessária e telefonou para um número de emergência, confira aqui algumas etapas que pode seguir enquanto aguarda.

    Em caso de reação alérgica ou ataque alérgico

    Pólen, picadas e mordidas, látex, alguns alimentos como nozes, frutos do mar, ovos ou laticínios, e certos medicamentos podem causar reações alérgicas graves (anafilaxia).

    O que anfitriões e hóspedes devem ter à mão:

    • Kit de primeiros socorros
    • Aplicativo de Primeiros Socorros para o seu país
    • Epinefrina auto-injetável (somente em hóspedes, se prescrito)

    O que fazer primeiro

    1. Identifique os sintomas. Observe se a pessoa desenvolveu erupções cutâneas, coceira ou inchaço no rosto, nas mãos ou nos pés. A respiração também pode ficar mais lenta devido ao inchaço das vias aéreas. Vômito e diarreia também podem ocorrer.
    2. Telefone para os serviços de emergência locais. Se a pessoa apresentar sintomas, telefone para o número de emergência indicado. Crises alérgicas precisam de assistência médica urgente.
    3. Use uma epinefrina auto-injetável. Se a pessoa tem uma alergia conhecida, ela pode ter recebido a prescrição de uma auto-injeção. Você pode ajudar a pessoa a usar a injeção. Siga as instruções na embalagem, se necessário. A pessoa deve usar apenas sua própria auto-injeção, e não auto-injeções de outras pessoas ou prescritas para diferentes reações alérgicas.
    4. Ajude a pessoa a ficar o mais confortável possível. Procure mantê-la tranquila enquanto aguardam os serviços de emergência.
    5. Informe aos serviços de emergência quais medidas foram tomadas. Informe os detalhes da situação e se uma auto-injeção foi usada.

    Convulsão

    • Proteja a pessoa contra ferimentos
    • Não restrinja seus movimentos
    • Depois da convulsão, coloque a pessoa deitada de lado.
    • Incline a cabeça dela para trás e verifique se está respirando

    Emergências para portadores de diabetes

    • Dê à pessoa uma bebida ou comida doce e açucarada
    • Tranquilize-a — a maioria das pessoas melhora gradualmente

    Acidente vascular cerebral

    • Identifique se há fraqueza em um dos lados do corpo
    • Verifique se a pessoa consegue levantar os dois braços
    • Confirme se ela consegue falar com facilidade, de uma maneira compreensível

    Engasgo

    • Incline a cabeça da pessoa para trás para verificar se ela está respirando
    • Limpe as vias aéreas caso estejam bloqueadas
    • Bata nas costas da pessoa cinco vezes, entre as escápulas, para tentar eliminar o objeto que está causando a obstrução
    • Empurre o abdome da pessoa 5 vezes (na altura da boca do estômago)
    • Continue monitorando a pessoa até que a ajuda chegue

    Envenenamento

    • Descubra o que a pessoa ingeriu, em que quantidade e o horário
    • NÃO faça a pessoa vomitar nem lhe dê água

    Ataque cardíaco

    • Ajude a pessoa a se sentar
    • Dê a ela uma aspirina (não dê ibuprofeno nem acetaminofeno)
    • Tente tranquilizar a pessoa para que ela se sinta segura

    Hemorragia externa

    • Comprima o ferimento para interromper o sangramento
    • Mantenha a pressão sobre o ferimento até a chegada do socorro

    Fraturas, luxações, entorses e distensões

    • Imobilize a lesão para evitar que a pessoa movimente a região afetada
    • Garanta que ela fique assim até a chegada do socorro

    Lesões no pescoço, cabeça e coluna vertebral

    • Informe aos serviços de emergência se a pessoa estiver sonolenta, confusa ou vomitando, ou se a lesão ocorreu devido a uma queda de pelo menos duas vezes a altura da pessoa
    • Acalme a pessoa e peça a ela que não se mexa
    • Aplique uma compressa fria na lesão — compressas de 20 minutos com intervalos de 10 minutos

    Emergências que talvez não pareçam graves no início

    Queimaduras

    • Resfrie a queimadura sob água corrente fria por pelo menos 10 minutos
    • Cubra a queimadura com um invólucro plástico ou um saco plástico limpo
    • Se uma criança for queimada ou se a queimadura for grave, telefone para o número de emergência indicado

    Asma

    • Ajude a pessoa a se sentar em uma posição confortável e, se for o caso, tomar a medicação habitual
    • Tranquilize-a
    • Se o ataque se tornar grave ou não melhorar com a medicação, telefone para o número de emergência indicado

    Incidentes relacionados ao calor

    • Coloque a pessoa em um ambiente fresco
    • Reidrate a pessoa com água para prática de esportes (contendo eletrólitos de carboidratos), água de coco, leite ou água pura somente quando as outras opções não estiverem disponíveis
    • Solte ou remova o máximo de roupas possível
    • Aplique panos molhados e frescos sobre a pessoa
    • Ventile e borrife água sobre a pessoa
    • Se a pessoa não responder, telefone para o número de emergência indicado

    Incidentes relacionados ao frio (ambientais)

    • Verifique se há sinais de hipotermia (redução da temperatura corporal)
    • Aqueça a pessoa com água a no máximo 37 C
    • Cubra a pessoa ou a área afetada com um cobertor ou jaqueta, sem pressionar
    • Faça ela beber líquidos quentes sem álcool ou cafeína
    • Se a pessoa não responder, telefone para o número de emergência indicado

    Orientações adicionais

    Planejamento para emergências

    Recomendamos que todos os hóspedes e anfitriões envolvidos em uma experiência preparem um plano de emergência em caso de desastre natural ou qualquer outro tipo de emergência que possa ocorrer durante uma experiência.

    Proteções de viagem fornecidas pelo Airbnb

    Todas as experiências incluem atendimento à comunidade 24h. Também mantemos US$ 1 milhão de seguro de responsabilidade civil de acordo com nosso programa de Seguro de Proteção da Experiência, para que anfitriões e hóspedes fiquem tranquilos (certas exclusões se aplicam). Além disso, no caso de uma lesão com risco de vida, fizemos uma parceria com um provedor de transferência médica de emergência que pode ser acionado para chegar a uma pessoa ferida que precise ser evacuada.

    Isenções de responsabilidade dos parceiros

    Cortesia da Cruz Vermelha Americana. ©2021 The American National Red Cross TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

    O nome e o emblema da Cruz Vermelha Americana e da Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho são usados com sua permissão, o que não constitui de forma alguma um endosso, expresso ou implícito, de qualquer produto, serviço, empresa, opinião ou posição política. O logotipo da Cruz Vermelha Americana é uma marca registrada de propriedade da Cruz Vermelha Nacional Americana. Para saber mais sobre a Cruz Vermelha Americana, acesse redcross.org.

    Em uma emergência, entre em contato com a polícia ou os serviços de emergência locais imediatamente.

    Você recebeu a ajuda necessária?

    Artigos relacionados